terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

ENÍGMA

No escuro desta noite
decifro com uma palavra
o enigma que habita
fixo em teu olhar.

Um comentário:

  1. Belíssimos versos querido amigo poeta! Deixo aqui meus aplausos!!!
    beijos ternos!

    ResponderExcluir

VESTÍGIOS I

Os ventos trazem vestígios de tua presença na rua salpicada de sol, enquanto a tarde prenhe de pássaros e cantos desperta o sono do...