Páginas

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A GAROA

A garoa intermitente
que cai e molha inconsequente
os escuros labirintos da cidade
é a mesma que desbota
a cor do meu silêncio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário