domingo, 1 de fevereiro de 2015

ACIDENTE

Imprudente
tropecei no poema
e quase quebrei
as pernas do soneto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PÁSSAROS

Ontem na clara manhã de julho vi casais de alegres  sanhaços bebendo sol nas grades do meu terraço.