Páginas

sábado, 14 de março de 2009

MINÍMO POEMA

Olho a cidade de cima
e vejo uma procissão
de esqueletos
roendo o limo
úmido da noite.

Um comentário:

  1. Júlio!

    Que bom que decidiu iniciar o blog. Achei o título fantástico. E quanto texto novo, que eu não conhecia. Alguns, bem mínimos, mas como sempre, imensos como este. Fiquei muito feliz com a novidade. Vou divulgar e acompanhar, claro, de pertinho.
    Seja bem vindo à blogosfera!

    Beijos

    Obs: Vou ler tudo com calma, agora.

    ResponderExcluir