Páginas

terça-feira, 31 de março de 2009

CORRIDA DE TOUROS



Os olhos do miúra de três olhos
se abate sobre a arena da tarde
e os olhos cúbicos da mulher
na platéia desfaçam o mêdo
do embate,
homem e touro se miram
(0lhares de fôgo e indecisão)
de repente um grito de olé
ressoa no instante decisivo
prenuncia que a morte chegou
e o toureiro vestido de sol
espada na mão (esguio e altivo)
celebra a multidão inquieta
e ávida de sangue.

( poesia dedicada a Pablo Picasso, que gostava de touradas , pintava touros de três olhos e mulheres cúbicas),

Um comentário: