Páginas

sexta-feira, 27 de março de 2009

AMOR COM CHUVA

Te respiro no ar
desta manhã
onde a chuva
inunda canteiros
e provoca holocausto
de rosas,
mas tua imagem
airosa
(discreta na memória)
incendeia o frio
que traz essa manhã
chuvosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário