Páginas

quinta-feira, 2 de abril de 2009

SOB O SOL DO ROÇADO




Todas as tardes meu pai me levava
ao roçado. O sol era abrasador
no mês de agosto gravetos e a terra
crepitavam sob o sol do roçado.
Meu pai plantava mandioca,batata
e vagens minha mãe e eu
colhíamos frutas,
espigas de milho morriam de viço
sob a quentura do sol do roçado.
Homens de escuros rostos e mãos rudes
(suarentos e apressados) semeavam
sob a quentura do sol do roçado.
Nestas tardes as horas eram lentas
e meus olhos se saturavam muito
sob a quentura do sol do roçado.

( roçado na Amazônia é plantação de subsistência).

Nenhum comentário:

Postar um comentário