Páginas

quarta-feira, 15 de abril de 2009

INAUGURAÇÃO DO DIA

O sol abrindo a flor
no ar gélido da manhã
teus olhos refletindo
nas aguas mansas
cristalinas e frias
do regato corrente
inauguram o dia.
Nós dois na relva deitados
e teus dedos riscando
( navalhas ardentes)
a pele do meu corpo
explode em mim o cio
e eu mareante me afogando
no oceano dos teus
lábios rubros
em meio a um turbilhão
de gritos e arrepios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário