terça-feira, 14 de abril de 2009

POEMA MATINAL ( a Ernesto Penafort)

O ar da manhã
azul
e a algaravia
dos pássaros
na copa
das árvores
reanimam
a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DE SOMBRAS E TEMPO

Essas sombras margeando as trilhas dessas galaxias subterrâneas, as horas limando as moléculas do tempo deprimem o instante seminal enqua...