Páginas

segunda-feira, 13 de abril de 2009

POEMA RESIDUAL

Num céu estrelado
uma meia lua
vomita marés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário