Páginas

quinta-feira, 9 de abril de 2009

O CÃO

O cão com seu focinho de universo
cheira a tarde e com suas patas de
tempo
pisa o lôdo e a merda dos burgueses
de Adrianópolis.

O cão e o homem
o cão humaniza o homem.

O cão com seu focinho de fogo
cheira a vulva da cadela no cio
antepasto para o banquete
lingual.


( Adrianópolis é o bairro da classe A de Manaus)

Nenhum comentário:

Postar um comentário