Páginas

terça-feira, 11 de agosto de 2015

POEMA

Todas as noites
a serenidade
dos teus olhos
em sedução
penetram nos jardins
dos meus sonhos
e polinizam os gerânios
da minha excitação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário