Páginas

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

PAISAGEM VESPERAL


A tarde se esvaindo em ocaso
O rio de águas coleante exibe
seus cardumes para o sol,...
e com minhas mãos em gestos de concha
tento coar a luz solar para irrigar
de brilho e calor os jardins solitários.
Sobre a ponte um pássaro pousado
refresca suas asas cansadas
de novas e antigas viagens
ao frescor das mansas aragens,
E tu sentada no banco da praça
(ciliada por verdes acácias )
com teus seios acintosos e belos
tentando perfurar a seda da blusa, em decote,
dobras o encantamento da paisagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário