Páginas

domingo, 5 de abril de 2015

QUINTESSÊNCIA


Um dia o vento norte
entrará pela porta de minha casa
e me libertará do tempo de espera...
e me conduzirá sobre o ar da manhã
além do horizonte onde a primavera
nunca vai embora e o sol é apenas uma tênue
luz cortando o dorso dos rebanhos de nuvens
que cavalgam as rotas do imponderável.
Então me despirei de desejos e fantasias
térreas e orbitarei com minha nave de brumas
novas e candentes galáxias de sonhos.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário