Páginas

sábado, 24 de outubro de 2009

REENCONTRO

Ontem reencontrei
o poeta Farias de Carvalho
estava sentado
em um dos velhos
bancos do Café do Pina
tinha no semblante
o mesmo ar de candura
nos olhos a serenidade
dos espiritos iluminados.
De repente o vejo levantar-se
e recitar Poema a Gagarin
sua voz era tão densa
e forte que acordei.

( o poeta Farias faleceu faz mais de dez anos e o Café do Pina, no centro de Manaus, os predadores urbanistas o fizeram sumir da geografia da cidade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário