Páginas

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

NYDIANAS

No íntimo
das sílabas
(soma de falanges)
consoantes e vogais
se tocam
se copulam
e constroem
o poema.

6 comentários:

  1. Íntimo mesmo a nudez do poema toca aquela melodia arrepiante…

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. A Nydia floresce apenas em jardins de luz...

    ResponderExcluir
  3. O mais importante é que o resultado desse verbo de ligaçao, são os frutos: os maravilhosos poemas.

    Lindo. Parabéns!

    Furtado.

    ResponderExcluir
  4. Julio

    De verdade, gostei demais destes poemas mais sucintos, com versos mínimos, num formato diferente do que costuma escrever, mas igualmente brilhantes. Também gosto de fazer algumas experimentações, usando linguagens e estilos diferentes dos meus. Eu adoraria, por exemplo, fazer haicais, mas não consigo me conter em 3 versos – ainda. :) De qualquer forma, fica sempre impresso em nossos escritos, a nossa “marca”. É inevitável, não é?

    beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi Júlio, vim a convite da Nydia e gostei muito... Volto com mais tempo depois. Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, Nydia!

    Que beleza de poema!

    Parabéns, amiga!

    Beijos

    Mirse

    ResponderExcluir