Páginas

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ANGÚSTIA NUMERAL


O silêncio das palavras
cala o ciclo das horas
no labirinto do relógio,
uma angústia numeral
devora os desejos explicitos
em sonhos furtivos.
A linguagem dos signos
tatuam a pele dos dias
e nas paredes do alpendre
os olhos,
perscrutam o limo do tempo.

Um comentário:

  1. Hey, este olhar de alpendre é fantástico, ele joga no tempo, entre musgos se desfaz em palavras e existe...

    Beijos e bom final de semana.

    Carmen.

    ResponderExcluir