Páginas

quarta-feira, 4 de maio de 2011

GÉNESIS



Esse dilema existêncial

me aflige e me inerva

não sei sou filho do barro

ou filho do esperma.

2 comentários:

  1. Também sofro destas crises, bo que agora já tenho teus versos para ajudar a me compreender.

    Beijos e bom saber que estás de volta.

    Carmen.

    ResponderExcluir
  2. Paula Elsa Campo6 de maio de 2011 05:47

    Boa ideia a criaçao do Blog, pode-se desabafar e falar de tantas coisas..Boa fortuna amigo. Vou segui-lo com atençao!

    ResponderExcluir