Pular para o conteúdo principal

VIVRE DANS LA CHAIR



Les hirondelles du gouvernement

taxes

comme un monstre

Léviathan

politiciens de dents

rats dévorent forte

coutures

budget

pas de prophylaxie

la corruption

dans les banlieues

pouvoir.

Les discussions de la capitale

griffes dans la chair

prolétarien

( sans pitié et de compassion)

et des matiéres brutes

il voit son salaire

l effondrement des étagères

supermarchés

la vie,

tandis que dans les périphéries

sale et crasseux,

les exclus de la faillite

la social-democratie

récupération dans les décharges

restes

si bavures

de la merde dans bourgeois

carnaval du pays.

Comentários

  1. Poemar na língua de Baudelaire e tanto outros é genial, mas não entenso francês(ui)...quando der coloca a versão, pod ser?

    beijos e bom dia.

    Carmen.

    ResponderExcluir
  2. Edlaine Alencar Correia23 de junho de 2011 09:15

    Este poema "em carne viva"de Julio Rodrigues Correia é um retrato do desamparo,insensibilida-
    de,da injustiça dos nossos governantes...
    Fotografia do grande câncer da nossa sociedade atual a corrupção que é a matter de todos os males sociais e gera filhos indomáveis e maledictos......
    beijos tio....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

SOL POENTE

O sol já quase esmaecido 
convida para o crepúsculo.
Um pássaro pousado na varanda
trouxe em seu bico de ocaso
dois ramos de jasmim
e de repente ele soltou os pulmões
e seu canto foi tão belo e forte
que despertou o sono do poeta
que ainda mora em mim.

AMOR E PAIXÃO

Os anos que passam pelos meus olhos as vezes lerdos as vezes céleres, mas sem parar, são testemunhos da vida em suas varias dimensões. E os téus olhos são endereços da paixão apegados nas raízes do amor onde o silêncio corta as palavras ao meio e teus mamilos brancos protuberantes na camisola de seda abalam o sentido dos meus gestos.

VAMOS MUDAR!

Julio Rodrigues Correia·
Estamos próximo as eleições suplementares. E pediria aos eleitores de minha terra, o Amazonas, que fizessem uma reflexão sobre esse pleito. O Estado do Amazonas, é um estado que tem tudo para preponderar no cenário econômico do país faltam apenas escolhermos a pessoa certa para impulsioná-lo. Estamos sentado no maior banco fito-genético do mundo, temos um elemento que os próximos séculos se ressentirão, quando de sua falta, água. Nosso solo é rico em minerais, pedras preciosas, ouro e outras riquezas que ainda não foram exploradas por a inoperância de nossos dirigentes. Vamos mudar! Vamos mandar as calendas esse circulo vicioso e perverso que ousei chamar de politica do mesmo que nos dirige mais de três décadas e ainda estamos choramingando pela Zona Franca de Manaus quando poderíamos já ter construído um outro modelo de progresso paralelo ao PIM. Estamos na politica do Mesmo. Sai o Mesmo entra o amigo do Mesmo e depois volta o Mesmo, num jogo politico de faze…