Páginas

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

INDÍCIO DE OCASO


As sombras da tarde
envolvem o meu silêncio,
o tempo rateia com as horas
a solidão do relógio
na calmaria do mar
um pássaro de bico
adunco em vôo rasante
fere a pele das ondas
e os meus olhos ávidos
de paisagem
se perdem na policromia
do horizonte.

2 comentários:

  1. MUITO BOM!

    "O tempo rateia com as horas a solidão do relógio"

    Beijos, poeta!

    Mirze

    ResponderExcluir
  2. que belo entardecer, me perdi em voos na pele de tuas ondas poéticas... muito bom mais este recorte do teu sentir.

    Beijos.

    Carmen.

    ResponderExcluir