Páginas

sábado, 10 de abril de 2010

CINCO TERCETOS PARA A POETA CARMEM PRESOTTO



I
Flores novas em sépalas
guardam o perfume da manhã
inebriante hálito de jardim.
II
Raios fugidios de sol
rompem o ar da tarde
e atiçam o anoitecer.
III
Uma procelária em garras
bica a superficie marinha
e prenuncia tempestade.
IV
A noite prescreve mistérios
ao desamparo das horas,
súbita a chuva onera o tempo.
V
A manhã outonal conduz o sol
em seu dorso virgem,
pássaros em canto saudam o dia.

3 comentários:

  1. Querido Poeta!!!

    Meu coração outona, na estrada de teus versos sinto uma primavera constante, uma estrada eterna chamada Poesia, canto e recanto de todo poeta, ninho de um feliz conviver...

    Um abraço fraterno e gracias.

    Logo, logo, estará em Vidráguas.

    Carmen Silvia Presotto

    ResponderExcluir
  2. Gostei, muito interessante. Gi Serejo

    ResponderExcluir
  3. Beleza de poema.
    Eterneço aqui sempre que leio cada linha...

    abs

    ResponderExcluir