Páginas

terça-feira, 7 de setembro de 2010

EXERCÍCIOS


1
redescobrí minha infância
no carramanchão da Praça
do Rosário e no corrêgo Mindu
2
as patas dos bovinos, em manada,
abrindo sulcos na terra molhada
pelo chuvisco de outono
3
a reza contrita
á hora de dormir e o beijo
terno de minha mãe
4
as clareiras abertas
no ventre da mata
para o roçado do meu avô
5
meu pai colhendo
frutas sazonadas
no pomar de minha avó
6
o céu pegando fôgo
á hora do crepusculo
aves (em bandos)voltando
7
meu rosto enevelheceu
ao sabor das rugas
e minha vida encolheu.

3 comentários:

  1. Genial, a imagem: "meu rosto envelheceu/ ao sabor das rugas/ e minha vida encolheu"

    Poesia em tela de viver.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Fera! (2)
    Teus haicais são muito bons, Júlio! Estou encantada com eles. Mais do que a forma, têm a alma do haicai. Beijo grande, Nydia

    ResponderExcluir