Páginas

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

ÍNTIMO MADRIGAL


a luz dos teus olhos claros me excita
viajo aos surbúbios do teu corpo
descubro lugares nunca antes
navegados. Absorvo o teu cheiro
de mulher amante no cio
osculo teus lábios capitosos
como um lôbo faminto,
sinto tua respiração arfar
( cicias palavras sem nexo)
e me perco no labirinto
voluptuoso do teu sexo.

2 comentários:

  1. Júlio que lindo caminhar entre teus subúrbios poéticos, os versos nos exalam todo o amor que tens para amar.

    Fico feliz de te ler.

    Um beijo amigo e carinhoso

    Carmen Silvia Presotto
    www.vidraguas.com.br

    ResponderExcluir
  2. de lirismo e intensidade, madrugadas e madrigais.

    ResponderExcluir