Páginas

terça-feira, 18 de maio de 2010

A FOTOGRAFIA

O olhar fixado na relva
viçosa e orvalhada
a alva pele banhada
pelo sol no préludio do dia,
e a moça bonita contando
pétalas de rosas no jardim
da clara manhã de verão
embala meus sonhos eróticos.

8 comentários:

  1. Na grafia dos versos, registramos a foto em poema, e junto ao poeta sonhamos...

    Que cena!!!

    Um beijo, Júlio.

    Carmen Silvia Presotto
    www.vidraguas.com.br

    ResponderExcluir
  2. Belo poema fotografia
    há sensação de vê-la.
    com a docilidade imensurável
    de tua poesia...

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Linda foto descrita!

    Concordo: doce!


    Abraços carinhosos =)

    ResponderExcluir
  4. Sua poesia me deixa sem fôlego, que delícia ler versos cheios de um lirismo clássico que toca a pele e varre a alma. Belissimo

    ResponderExcluir
  5. Belo poema, Julio!

    Na fotografia começa a poesia!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  6. Olá, Júlio,

    que linda fotografia em forma de poema. Parabéns!

    abçs de Betha

    ResponderExcluir
  7. Uma imagem na madrugada de um poema-desejo.

    Muito bonita, esta fotografia!

    ResponderExcluir