Páginas

terça-feira, 30 de junho de 2009

MAR E TARDE

As vezes passo horas da tarde
olhando o mar
contemplando o mistério
de suas ondas
ouvindo o silêncio
dos seus búzios
com ansiedade de naufrago.
Mar e tarde comunhão
poética forjada por Deus
formas absolutas de beleza
que encantam a vida.
As vezes passo horas da tarde
olhando o mar
confessando desencanto
dor e palpitação
em silêncio, sem alarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário