Páginas

terça-feira, 16 de junho de 2015

INVENÇÃO DE PARTIDA E DE REGRESSO


  Estes meus olhos são os mesmos que te viram partir
 quando os ventos frios e céleres paraninfavam
 o suicídio de folhas de um bosque solitário
 na manhã álgida e grisalha de outono,
 são os mesmos olhos que junto com os teus
 assistiam todos os dias o sol descambar
 para o ocaso, esmaecido e com gemidos de luz
 e que tantas vezes e se encantaram olhando
 a paisagem inebriante e cálida do teu corpo.
 Estes olhos mergulhavam no oceano do teu olhar
 para impetuosa e liricamente garimpar perolas,
 Um dia, imagino, quando retornares da caminhada
 pelas arestas estafantes do tempo e trazida pelo sol
 de verão ou num bojo azul e noturno de um estrela
 este meus olhos vão ganhar mais luz, com certeza,
 para te receber sem lagrimas e sem tristeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário