Páginas

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

ESTAÇÃO II

Inverno. Na serenidade dos lençóis
minhas mãos em gestos cálidos
tocam e amornam os mamílos
dos teus seios brancos e castos.
Lá fora o inverno congela
os jardins da cidade sufocada
em gás carbônico
e na enseada do teu púbis,
intermitentes, latejam vulcões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário