Páginas

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

CIRCULO VICIOSO

O silêncio liberta a palavra
a palavra liberta cardumes de idéias
as idéias arquitetam o poema
o poema constroi sonhos
o sonho liberta a esperança
e a esperança alimenta a vida.

3 comentários:

  1. e quando a vida silencia, outra vez liberta a palavra... lindo Júlio. bom te ler (ver) de novo. um abraço.

    ResponderExcluir
  2. E a vida se eterniza nas mãos do poeta. Grande poema, Júlio. Abraço.

    ResponderExcluir