segunda-feira, 26 de junho de 2017

AMOR E PAIXÃO

Os anos que passam pelos meus olhos
as vezes lerdos as vezes céleres,
mas sem parar, são testemunhos
da vida em suas varias dimensões.
E os téus olhos são endereços da paixão
apegados nas raízes do amor
onde o silêncio corta as palavras
ao meio e teus mamilos brancos
protuberantes na camisola de seda
abalam o sentido dos meus gestos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E COMO ERA VERDE MEU VALE

O meu vale era verde. Muito verde. Verde como uma pedra de jade. E neste teatro verdejante passei uma parte de minha infância me acordand...