Páginas

sábado, 23 de maio de 2015

A NOITE

A noite chegou sem avisar
e foi logo entrando na casa
capciosa e arbitrária inundou
o quarto de dormir e sonhar
de tedio e sombras.
Vindo da rua um vagalume
atordoado entrou na sala
e tentou iluminar o meu silêncio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário