sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

CAOS

Há tantas cicatrizes
nestes caminhos,
há tantos passos
errados nestas estradas
nenhum sorriso
percebi nesta multidão
encharcada de traumas
e neuroses
e o caos urbano
torna a vida
questionável e insípida.
mas será consigo sobreviver
até o fim desta avenida?

Um comentário:

VIAGEM

Viajo na paisagem do teu corpo mergulho e garimpo perolas no mar dos teus olhos, e se o inverno me alcançar com suas hordas incessantes d...